Spas – Vamos compartilhar esta caminhada


Vejamos a diferença: Em alguns SPAS existem pessoas que pagam para ter suas dores, contraturas e tensões melhoradas e relaxadas com massagens e técnicas sofisticadas. Por outro lado, existem pessoas que pagam para ter momentos únicos de paz, de equilíbrio e de um encontro consigo mesmas. Podem perceber a diferença? Proponho compartilhar com você esta caminhada através da arte de perceber e compreender, além do visível, tudo o que ocorre e se desenvolve, em termos de terapias, em SPAs, o que não se fala, não se comenta, apenas se sente… Aprendemos que, por afinidade e por ressonância, semelhante atrai semelhante, então, tudo se equilibra, se harmoniza e se atrai. Se tivermos abertura e flexibilidade de aceitar, deixar fluir, acreditar e ter coragem de assumir, será possível abrir o portal de um novo paradigma, livre de “o que os outros vão pensar ou criticar”. Um portal que leve à percepção das correspondências entre as diversas dimensões energéticas e terapêuticas. Uma técnica simples de massagem poderá ser percebida e desenvolvida em várias esferas e graus energéticos, desde o ambiente da cabine que é preparada, a luz com cromoterapia, o som com a musicoterapia, a água, cristais, madeiras, velas, fogo, incensos na aromoterapia e, ainda, a energia dos ativos dos óleos e cosméticos utilizados. Somando-se aí, a bioenergia do toque do terapeuta. Ou seja, tudo aquilo que se diz de “montar um cenário de SPAs”, de se criar um “clima” que, na verdade, é um trabalho bioenergético que ocorre em várias dimensões. Cabe a cada um optar ou permanecer somente no cenário, representando no palco, na criação do “clima”, ou entrar no âmago dos bastidores, penetrando em todas as esferas do improvável das percepções mais sutis.

#spas #alquimia #jornada #terapia #medicina #pendulo

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square