Alquimia dos Vegetais


Sempre acreditei que a Alquimia – as grandes e importantes mutações do mundo suprassensível – ocorre com maior fluidez e intensidade na vida dos vegetais, o que é confirmado por videntes e sensitivos, e até mesmo por acadêmicos e cientistas, quando falam das transmutações da fotossíntese, da transformação de minerais captados no solo pelas raízes em outros elementos bioquímicos, como enzimas, vitaminas e sais minerais.

Enquanto os cientistas ainda têm dificuldade e tropeçam no segredo da Alquimia das plantas, os sensitivos, os videntes e os cuidadores de hortas, jardins e florestas, através do contato direto e intuitivo, vão longe, propondo trocas, aplicações e soluções incríveis que fazem sentido e realmente funcionam, indo muito além das teorias elaboradas dentro de laboratórios, com um Mundo Vegetal criado e cultivado artificialmente. Um jardineiro e um agricultor em sua lavoura, pelo contato e trocas metassensoriais, conseguem, num universo natural e direto de contato com céu, sol, terra, chuvas e ventos, realizar e obter ­resultados desenvolvendo plantas, flores e frutos com energia, cor, sabor e componentes nutritivos, tudo acontecendo em uma magia alquímica. Os laboratórios de pesquisas até conseguem fisicamente desenvolver flores e frutos semelhantes em visual, mas as energias alquímicas de suas vibrações resultam em frutos sem sabor e pobres em componentes químicos essenciais e característicos da espécie, flores sem a sua correspondente energia vital, tão importante e fundamental no momento da coleta para fabricação de um floral, ou seja, flores desenvolvidas em laboratório não servem para coletar e elaborar florais.

Conclui-se, então, que a verdadeira energia alquímica nos vegetais somente ocorre, de forma integral e poderosa, ­quando desenvolvida em seu habitat (terra e luz solar direta), nunca através de vidros de janelas ou lâmpadas UVA e ­infravermelhas, ­simulando a energia solar. Quanto mais pudermos oferecer a uma planta essas condições ambientais naturais, melhor e mais forte ela desenvolverá o processo de transmutação de um ­elemento ao outro.

Lembramos que a Alquimia é a busca de transformar um elemento simples (por exemplo, a areia do mar) em pó de ouro. Quando uma planta extrai através de suas raízes substâncias minerais e água, e através de sua seiva as canaliza, desenvolve uma Alquimia transmutadora, que as transforma em outras ­substâncias e ativos como enzimas, oligoelementos, vitaminas e sais minerais. Ao mesmo tempo, pela captação da luz solar, o vegetal efetua a fotossíntese e transforma o gás carbônico em oxigênio. Todas essas ações são muito particulares e únicas. A Alquimia da transmutação de um elemento em outro no corpo do vegetal desencadeia a fabricação de substâncias alquímicas muito superiores ao pó de ouro, uma vez que sem ouro o planeta sobrevive, mas sem oxigênio e os outros elementos alquímicos oferecidos pela planta, não existiria vida. Esta é a verdadeira Alquimia nos vegetais.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square